A ascensão do vídeo marketing no sucesso dos negócios

Com uma linguagem dinâmica, prática e acessível, os vídeos podem ser uma ótima forma de atrair a atenção do público-alvo para uma marca ou até mesmo para um determinado produto. Por conta disso, muitas empresas, sejam elas pequenas, médias ou grandes, têm apostado no vídeo marketing para alavancar o sucesso de seus negócios.

Estima-se que, quando publicado no YouTube, um vídeo tem uma taxa de cliques bem maior do que textos simples ao serem pesquisados no Google. Além disso, de acordo com uma pesquisa feita pelo próprio YouTube, mais de um bilhão de usuários acessam o site mensalmente, dedicando milhões de horas e gerando bilhões de visualizações.

Diante destes dados, que tal apostar no vídeo marketing para impulsionar a sua marca e torná-la ainda mais conhecida? Neste artigo, vamos apresentar as principais estratégias para “fisgar” a atenção dos consumidores, que serão os grandes divulgadores de sua marca, e aumentar, assim, as vendas. Acompanhe!

O que é vídeo marketing?

Vídeo marketing é quando uma marca decide utilizar um vídeo para promover um produto ou até mesmo um serviço. Há diversas formas de inserir essa estratégia, que garante mais destaque nos sites de busca, em uma campanha.

Quais são os benefícios do vídeo marketing?

Apostar no vídeo marketing é uma forma de otimizar o seu site em mecanismos de busca, como o Google, e aumentar a probabilidade de consumidores adquirirem produtos por meio de um dispositivo móvel. Calcula-se, também, que 92% de espectadores de vídeos em dispositivos móveis compartilham vídeos com outras pessoas.

Ainda no Google, uma página web com vídeos é 53% mais propensa a aparecer na primeira página do buscador. Além disso, estima-se que resultados de busca de vídeos têm uma taxa de cliques 41% maior do que os resultados de buscas de textos simples.

Segundo o grupo Forrester Marketing, o vídeo marketing pode ser, inclusive, um grande aliado do e-mail marketing, pois e-mails com vídeos apresentam um retorno de mais de 280% em relação a e-mails tradicionais com textos ou imagens. A taxa de abertura desses e-mails, quando contam com a palavra “vídeo” no assunto, é em torno de 20% maior. 

Quais tipos de vídeos posso utilizar?

Há vários tipos de vídeos que podem ser utilizados para alavancar o seu negócio: demonstração, depoimentos, corporativo, storytelling, vendas, teasers, animação e treinamento. Neste tópico, você conhecerá alguns deles.

Demonstração: O espectador conhece como o produto funciona, o que ele faz e a importância dele. Esse tipo de vídeo pode conter videografismo, captura de tela, narração e, até mesmo, um apresentador.

  • Depoimentos: um vídeo com depoimentos de consumidores fiéis fala diretamente para outros consumidores, que tendem a confiar nas opiniões e experiências daqueles que já foram fidelizados pelo seu negócio.
  • Corporativo: apresenta a personalidade e o caráter de sua empresa, ajudando a posicioná-la como líder em sua área de atuação.
  • Storytelling: conta uma história a partir de algum produto ou serviço relacionada à sua empresa.
  • Vendas: aumentam a credibilidade no produto ou serviço que a sua marca oferece.
  • Teasers: antecipam alguma novidade de sua marca, deixando os clientes ansiosos para descobrir o que está por vir.
  • Animação: uma forma interessante de tornar as informações claras e objetivas. Pode-se utilizar videografismo e modelagem 3D.
  • Treinamento: entrega conhecimento à distância para os espectadores. Ideal para atrair clientes e funcionários.

Como tornar um vídeo atrativo?

Para otimizar o seu vídeo, vale seguir algumas dicas:

  • Aposte em vídeos curtos para que as pessoas consigam assistir até o final. Psicólogos dizem que a atenção do ser humano é de até 20 minutos, porém, no caso de vídeos online, esse número cai para cerca de 60 segundos;
  • Dê preferência sempre para a informação mais importante, pois a tendência é que o interesse do espectador diminua conforme o passar do vídeo. Por isso, inclua um gancho criativo nos primeiros minutos;
  • Invista em depoimentos de clientes, pois as pessoas levam muito em consideração as experiências pessoais de quem já experimentou o produto ou o serviço;
  • Invista, também, no call to action (CTA), convidando o usuário a curtir, compartilhar ou até mesmo opinar sobre o vídeo.

Se você gostou do conteúdo e acha que ele deve chegar até outras pessoas, compartilhe nas redes sociais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *