4 dicas de marketing de conteúdo para vídeos

Desde os primórdios do cinema e da televisão, os vídeos fazem parte do cotidiano do ser humano moderno, porém, com o advento da internet e posteriormente da popularização do Youtube, presenciamos um fenômeno de compartilhamento e popularização da produção de vídeos, ou seja, qualquer um hoje em dia pode produzir e ter seus vídeos assistidos Para se ter uma breve ideia, o YouTube recebe atualmente aproximadamente 100 horas de upload de vídeos a cada minuto. E além dessa enorme quantia, os vídeos estão sendo consumidos em diversos tipos de dispositivo. Cada vez mais pessoas assistem aos mais diversos tipos de videos na internet, e isso pode ser usado ao seu favor, é só ter a estratégia correta de marketing de conteúdo. Mas como saber se sua estratégia é a melhor possível? E como saber realmente que resultados essas estratégias podem oferecer? São as respostas para essas perguntas que abordaremos a seguir, confira;

As vantagens da utilização de vídeos

Aqui vão alguns dados que sozinhos podem lhe convencer do quão ampla é essa área. Segundo a Accenture, uma das maiores empresas de consultoria de gestão do mundo, o Brasil atualmente é o segundo país do planeta em número de visualizações de videos por pessoa. São cerca de 11 bilhões de visualizações em média em apenas um mês. Além disso, a empresa aponta que cerca de 96% dos internautas brasileiros assistem conteúdo em vídeo. Além disso, a produção de vídeos gera uma maior autoridade e engajamento para a marca, promovendo também o tempo de visita dos usuários em seu website.

Começando a usar vídeos no marketing de conteúdo

A melhor indicação para se começar a usar esse tipo de marketing é montar uma estratégia completa, que divulgue desde tutoriais sobre como utilizar da melhor forma os seus produtos e serviços, testemunhos de clientes, e até vídeos sobre assuntos diversos relevantes ao seu nicho de mercado. Essa última opção geralmente é a que dá mais resultado dentro do marketing de conteúdo, pois oferece ao espectador uma experiência de troca imersiva, sem fazer propaganda diretamente. É importante também integrar os seus vídeos em seu blog ou wesbite, para assim gerar mais tráfego.

Planejando seus vídeos

Na hora de planejar e produzir os seus vídeos, é importante salientar que os temas devem ter relação com a sua área de atuação. Busque sempre temas interessantes e relevantes para seu público alvo. Quanto ao formato de seus vídeos, é sempre bom testar diferentes formatos antes de decidir qual é o melhor. Dependendo de seu ramo de atuação, o público pode preferir entrevistas, tutoriais ou até vídeos engraçados. Preste atenção em que tipo de formato têm lhe dado um melhor feedback, mas isso também não quer dizer que você deva abandonar os outros formatos, variar um pouco é sempre bom para não cair na monotonia. A duração dos vídeos também é bastante importante. Dados apontam que a grande maioria dos usuários de internet assistem vídeos com cerca de no máximo 5 minutos. É claro que você não está limitado a esse tempo, mas é um dado bastante importante a se considerar.

A escolha das plataformas

Outra importante decisão é em que tipo de plataforma postar seus vídeos. Você pode até usar todas, mas é importante saber as diferenças entre cada uma das mais populares hoje em dia.

YouTube: Essa á principal plataforma de vídeos da atualidade e tem a maior penetração e quantidade de usuários, porém, devido ao alto número de vídeos, a qualidade do conteúdo pode se perder.

Instagram: Essa plataforma limita a duração do vídeo, mas em contrapartida tem uma capilaridade muito boa entre seus usuários. Pode ser utilizado para complementar sua estratégia de conteúdo nas redes sociais.

Vimeo: Embora não tenha tanta penetração como o Youtube, o Vimeo se destaca devido a alta qualidade dos vídeos. É bastante útil para estratégias que visam atingir um público mais seletivo ou específico.

Vine: Essa plataforma tem uma abordagem totalmente diferenciada, pois seus vídeos permitem apenas 6 segundos de duração. Se usado de forma criativa pode ser uma forte arma mesmo para o marketing de conteúdo. 

E então, gostou das dicas? Deixe seu comentário no post e compartilhe suas experiências conosco!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *